Revista Time destaca rapidez do Ligeirão de Curitiba

11-05-2011 13:04

 

 

“Long Bus, Short Wait” (Ônibus Longo, Espera Curta) é o título da matéria na página 55 da revista Time, edição de 2 de maio, que destaca a solução encontrada pela prefeitura de Curitiba ao implantar o Ligeirão no sistema de transporte coletivo da capital do Paraná.

“Em 5 de abril, Luciano Ducci, o prefeito de Curitiba, Brasil, embarcou no maior ônibus urbano do mundo em sua viagem inaugural pela cidade, marcando mais um gol para o sistema de transporte da cidade”, diz a revista de 4 milhões de exemplares que circulam semanalmente em praticamente todos os países do mundo.

“Desenvolvido exclusivamente para rodar com biocombustível (feito com grãos de soja), o mega ônibus de 28 metros de comprimento pode carregar 250 passageiros ao mesmo tempo e fazer apenas 4 paradas ao longo de toda rota de 6 milhas (10 quilômetros). Com uma frota de 24 veículos, o sistema vai transportar uma média de 25 mil pessoas por dia”, escrevem Ayesha e Parag Khanna.

Sistema - A revista aponta a referência da capital do Paraná - implantou seu sistema de transporte coletivo no final da década de 60 - e aponta o uso dos BRT’s como solução inteligente para as grandes cidades. 

A Time diz que a rede de canaletas exclusivas para os ônibus (como os BRTs) em Curitiba formou o primeiro sistema de ônibus metronizado do mundo. “Mais de 2,3 milhões de pessoas viajam  por dia nele, e Curitiba tem o menor nível de poluição atmosférica no Brasil”.

Modelo - “Pelo menos 83 cidades em todo o mundo copiaram o sistema de BRT´s de Curitiba”, diz a Time que argumenta: “com a população rural correndo para áreas urbanas, os desafios que milhares de cidades enfrentam são os congestionamentos e o trânsito. Só na China, 350 milhões de pessoas vão migrar das vilas para as cidades até 2030”.

“Em Guangzhou, uma das cidades com o crescimento mais rápido da China, o sistema de canaletas exclusivas transporta 800 mil passageiros em um dia e reduziu o tempo médio de deslocamento pela metade”.

A revista aponta ainda que grandes cidades dos EUA também estão prestando atenção no sistema adotado em Curitiba. “Em 15 de abril, a Autoridade de Trânsito de Chigago aprovou verba de U$1,6 milhão para analisar a implantação do sistema de canaletas exclusivas ao longo da Avenida Western. Só podemos esperar que a cidade de Nova York faça um movimento semelhante”.